Google+ Followers

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Eu me amo

Sei que quando se ama a dor de ver indo embora é grande. São portas que se fecham e coração que sangra. Não dá para entender o porquê de o mundo sumir ao meu redor. Acho tudo sem sentindo como se eu não pertencesse mais a este mundo. Já tentei sair, dançar, curtir, mas tudo lembra você. Mas percebi que tudo isso passa. A dor que eu sentia cessou. As portas que fecharam voltaram a se abrir. O meu coração esbanja felicidade. E o mundo voltou a sorrir ao meu redor. Voltei a pertencer a este mundo porque ao invés de sofrer resolvi viver, se cuidar e me amar.

                                                                         Elisângela Oliveira